Estamos no terceiro dia daquele que para muitos é o início de um novo ciclo, uma espécie de passagem de ano antecipada (ou tardia, dependendo do ponto de vista). Talvez este seja o momento certo para olharmos as nossas resoluções e colocá-las em prática neste último trimestre, nesta reta final.
Ainda embalados pelos dias amenos e longos tracemos planos, arregacemos as mangas e comecemos a trabalhar verdadeiramente na nossa felicidade, não continuemos a deixar os dias passar, levados pelas rotinas dos mesmos.

Que seja um doce e sereno recomeço, de objetivos e realizações, de esperança e luz. Lembrando-nos sempre que mesmo nos dias em que há nuvens, o sol está lá, e vai voltar a brilhar, é preciso acreditar sem desistir, sem perder o nosso norte, a nossa verdadeira essência.

20180718_102104