Sou Vegetariana?! Sou Vegan?! Sou o quê?!

Sou Eu.
Esta é a resposta às perguntas que ultimamente me têm colocado sobre a minha alimentação e estilo de vida no geral.
O meu processo de mudança começou há 4 anos quando no final de 2014 comecei a ter uma alimentação mais cuidada, cortando em muitas “porcarias”, nos açúcares refinados, nos alimentos processados, e a controlar os horários das refeições, na altura comecei também a correr (que deixei quando engravidei).
Ao longo destes anos não tive grandes alterações, fui descobrindo novos alimentos, novas receitas, novas pessoas e espaços. E se no início há minha volta havia alguma estranheza, não houve quem tardasse a seguir os meus passos e neste momento é normalíssimo o que eu (não) como.
Mas no dia 31 de dezembro de 2017 foi o último dia que comi carne, há alguns anos que era algo que queria fazer mas nunca tinha tido a coragem, apesar de praticamente só consumir carne branca e nem ser a maior fã, mas o facto de estar habituada, a todos à minha volta comerem, a ser o mais fácil de cozinhar, fui-me acomodando até que resolvi parar por vários motivos, saúde, amor aos animais e ao ambiente. Mantive o peixe para não ser um corte tão radical, e porque pensei que me ia custar mais, afinal sushi foi um dos meus vícios desde que o descobrir. Tentei ir reduzindo e sem dar conta neste momento também não como peixe.
Claro que o burburinho à minha volta retomou: “mas o que vais comer? não podes comer só hoje? mas só vais comer isso?” até que se habituem novamente.
São escolhas e todos somos livres de as fazer, nem sempre é fácil encontrar opções mas cada vez mais elas (felizmente) existem.
Não sou extremista e sei que ainda estou no início de um longo caminho, estou novamente a descobrir sabores, alimentos e receitas, tenho cuidado com a minha saúde, consultei um profissional, fiz exames e está tudo bem, pratico yoga, estou a retomar as corridas e a cuidar de mim.
Penso que o mais importante acima de tudo é sermos nós próprios, assumirmos quem somos e sermos felizes. Não temos de ser todos iguais, seguir o mesmo caminho. Não digo que o meu é mais certo do que o dos outros, apenas é o meu, o que eu escolhi e faz sentido para mim e confesso que tem sido uma descoberta maravilhosa e feliz.

IMG_3331

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s