O meu (atual) livro de receitas preferido

No final do ano decidi que umas das minhas resoluções seria deixar de comer carne, já tinha reduzido bastante o consumo da mesma, mas queria deixar de vez, passaram quatro meses e tenho conseguido.
Nem sempre foi fácil, principalmente nos primeiros tempos, e não era por sentir a falta ou vontade de comer, era porque tinha a sensação de estar sempre a comer o mesmo. A verdade é que o pouco tempo e a falta de vontade de cozinhar e de procurar novas receitas, não ajudavam muito a inovar. Por vezes temos a ideia de ser impossível cozinhar sem gordura/açucares saudáveis, ou confecionar os ditos pratos tradicionais sem carne/peixe, julgando ser muito complexo conseguir fazê-lo e na certa não vai correr bem, mas é preciso tentar, e começar por receitas mias básicas, com ingredientes que conhecemos é um bom truque. O livro que vos vou apresentar é muito bom nesse sentido, receitas simples e ingredientes fáceis de encontrar.
Ultimamente com algumas mudanças na minha vida, tenho tido mais tempo, disponibilidade, motivação e cozinhar tem sido uma bela terapia que me deixa mais calma e feliz. Acredito muito que somos os que comemos, e não apenas fisicamente, é fundamental alimentar o corpo e a alma.
Adoro criar receitas, mas também gosto de seguir as criações de outras pessoas, e apesar de por vezes arriscar e dar um toque pessoal, pois se não tenho ao legume X coloco o Y, ou se não tenho a geleia H coloco a I, a verdade é que os últimos pratos têm saído lindos e deliciosos.
Confesso que passei várias vezes pelo livro que se tem revelado um tesouro mas nunca lhe dei a devida atenção, sinceramente pensava que era apenas teoria, a falar dos alimentos e dos seus benefícios mas sem receitas, não podia estar mais enganada.
“Conheci” a Vânia quando comprei uma bolachinhas de Canela e Gengibre que a Di havia feito para uma venda solidário no Mercado de Natal, adoreeeiiiii, quis logo a receita e foram prenda de Natal no Colégio da Mi, um verdadeiro sucesso.
Comecei a seguir o blog e nas redes sociais, mas gosto muito de seguir receitas em papel, explorar o livro, marcar e depois fazer, e a Di sabe disso, logo surpreendeu-me com o As 5 cores da cozinha saudável, li toda a parte introdutória sobre os alimentos na viagem Coimbra- Lisboa e quando cheguei comecei a colocar separadores nas diferentes receitas que queria experimentar, e nos últimos tempos tem sido colocar as mãos à obra. As últimas maravilhas foram o empadão de batata doce, as bolinhas ( que fiz em versão croquetes) de grão e cenoura com molho de caju, a tarte de maçã, o bolo de cacau com creme rosa de coco e beterraba e nos batidos já provei o de beterraba e framboesas e o de laranja, todas ficaram deliciosas e os restantes membros da família que por vezes são mais resistentes a novos sabores, amaram.
Se forem como eu aconselho vivamente a compra do livro, ganha só pelas fotos lindas que deixam logo água na boca e vontade de ir para cozinhar, as receitas são muito diversificadas não só de pratos como de sobremesas que acompanham todo o ano com referência aos produtos das época e seus benefícios. Se forem mais adeptos das novas tecnologias, espreitem o blog além de receitas muito boas está muito bem organizado. A Vânia também faz workshops onde não só se aprende como se saboreia estas delícias.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s