Coisas que aprendi com a maternidade

A maternidade é realmente um mundo maravilhoso e tem a capacidade de mudar muita coisa em nós. Algumas aprendemos, outras redescobrimos ou tomamos consciência delas.
Sem dúvida que atualmente tenho uma forma muito diferente de ver o outro e o mundo. Compreendo outras mães, como sei que me compreendem, mas também tenho a consciência de que quem não o é, tem dificilmente se coloca no nosso lugar.
Neste curto (mas já longo) caminho, aprendi que…

  • é melhor não fazer planos, ou melhor, fazer mas ter a noção de que a probabilidade de não serem concretizados é muito muito grande;
  • as crianças não são mini adultos, não posso esperar que a minha filha tenha determinados comportamentos se não têm maturidade para tal, se está a crescer, a conhecer o mundo;
  • somos todos diferentes, temos necessidades, desejos e ambições diferentes, formas de ser e viver distintas, não há certos nem errados;
  • nunca vou conseguir agradar a todos;
  • apesar de perder muitas pessoas pelo caminho, conheci muitas mais, incríveis e inspiradoras;
  • não devo ter certezas, pois a vida está sempre a mudar, e tudo muda com ela;
  • respeitar o outro e as suas escolhas é mais difícil do que parece;
  • tenho (mesmo) de ignorar muita coisa;
  • viver comigo mesma, tem dias que é uma questão de sobrevivência;
  • ter mais calma, é benéfico para todos, principalmente para mim;
  • ser mais tolerante,  é uma boa solução para não enlouquecer de vez;
  • rir quando só apetece chorar, torna os dias mais leves;
  • ser ainda mais metódica e organizada, para fugir um pouco ao caos;
  • valorizar cada momento, porque é isso que dá sentido à vida;
  • seguir o coração nem sempre é fácil, mas a mãe é que sabe;
  • a opinião dos outros é só isso mesmo, a opinião dos outros;
  • a minha vida mudou, eu mudei mas nem todos vão ver ou aceitar isso;
  • apesar do cansaço, de me multiplicar em mil tarefas, andar sempre a correr e o meu sofá já não se lembrar de que em sou, sou muito mais feliz agora;
  • ganhei um novo sentido, uma nova força;20180101_143820_l

2 comments

  1. Lindo!! Identifiquei-me com tudo o que disseste! em especial com estes três:

    as crianças não são mini adultos, não posso esperar que a minha filha tenha determinados comportamentos se não têm maturidade para tal, se está a crescer, a conhecer o mundo;

    ser ainda mais metódica e organizada, para fugir um pouco ao caos;

    a opinião dos outros é só isso mesmo, a opinião dos outros;

    Mas é maravilhoso e não trocaria por nada….

    Beijinhos

    https://titicadeia.blogspot.pt/

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s