Somos o que comemos e isso faz de mim a “esquisitinha”!

IMG_834

Somos o que comemos, é um facto! Eu acho que a alimentação é a grande base de um corpo e mente saudáveis e é ótimo que cada vez mais isto seja uma preocupação de todos. Mas nós não somos só o que comemos, como é óbvio. Precisamos de encontrar um equilíbrio na nossa vida que nos permita conjugar a alimentação saudável, com uma mente saudável, um estilo de vida saudável, relações saudáveis, e por aí adiante.
E a minha questão é – o que comemos tem que nos definir porquê?
Acho que toda a gente que siga um estilo de vida diferente do que é o “normal” na nossa soci
edade, passa por isto muitas vezes.

Ah e tal… “Vamos todos morrer, temos é que comer o que é bom!”, “andaste anos e anos a comer de tudo e agora que é que deu para dizer que faz mal”, “a idade anda a dar-te a volta à cabeça”, “deves ter a mania das dietas”,”ainda vais ficar é doente por não te alimentares em condições”, “nem sei o que te oferecer para comer, só comes coisas estranhas”… Quem nunca ouviu isto?
Desde que mudei a minha alimentação, que existe em torno de mim um misto de curiosidade e incompreensão.
Os curiosos perguntam, experimentam, provam… Já os que não compreendem chamam-me de esquisita! Passei a ser esquisita porque não como batatas fritas ou porque habitualmente não como bolos ou porque não bebo coca cola. Basicamente passei a ser a esquisita que só come sementes e a paranóica que lê os rótulos todos.
Bom, eu não como só sementes, mas sim leio os rótulos todos! Afinal gosto de saber o que estou a comer e decidir se quero ou não comer. Se sei que há coisas que não são
boas para mim, porque razão as devo comer?  Só temos um corpo e temos que cuidar bem dele! É ele que nos permite viver, ir à luta todos os dias…

Dou-vos um exemplo muito simples – eu adorava gomas! Devorava um saco em minutos, mas a partir do momento em que abri os olhos e vi o que aquilo realmente era, eu nunca mais comi gomas! E qual é o stress? Eu não vou morrer por não comer gomas!
Há tantas outras coisas que posso comer…
Eu sou tão feliz a comer ovos com espinafres ou iogurtes naturais com fruta como era a comer gomas e bolachas de chocolate, por muito dificil que seja de acreditar!

Querem outro exemplo? Eu amo de paixão pasteis de nata! Acham que os como todos os dias? Não como, nem me apetece come-los todos os dias, nem todas as semanas. Como quando me dá vontade, de vez em quando,  e acreditem que me sabe pela vida, porque não estou habituada a comer sempre. Aprendi a valorizar esse momento e é muito melhor assim! No entanto se comer dois num dia ou numa semana, o mundo também não vai acabar, acontece é que simplesmente não tenho desejos desses no dia-a-dia.

Eu passei a dar prioridade aos alimentos presentes na nossa natureza, privilegio os biológicos ou os produtos da época, não como açúcar refinado e evito tudo o que é processado, mas isto é o meu exemplo. Isto é o que eu acho certo para mim. Cada um é livre de fazer as suas escolhas!

E eu fiz a minha e sou a esquisitinha porquê?
Porque é diferente? Porque me preocupo com a minha saúde e bem estar?

Ou porque a mentalidade é das coisas mais difíceis de mudar?

Sejam saudáveis à vossa maneira.

Sejam felizes!

3 comments

  1. Expressaste-te lindamente. Eu quando deixei de comer comidas processadas, as gomas (meu vicio) leite e carne, as pessoas diziam exactamente as mesmas coisas que escreveste. Enfim, eu estou feliz por ser muito mais saudável e não tem nada a haver com dietas. E como tu de vez em quando, aquele bolo que sabe pela vida 😉

    Liked by 1 person

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s