Alimentação Saudável: vale a pena lembrar

IMG_2854No outro dia fui a uma demonstração sobre alimentação saudável, uma iniciativa do Lidl que tem como finalidade promover a mesma nas escolas, junto de crianças e avós. Adorei a  ideia e a pertinência da mesma. Apesar de ter consciência de como é difícil a luta por criar hábitos mais saudáveis quando estamos rodeados de açúcar e gorduras, sendo que as ofertas que existem mesmo em contexto escolar nem sempre são as melhores.
Sim, já penei um bocado com as escolhas alimentares da minha filha, tanto que acabei por a trocar de escola para ter uma alimentação que fosse mais ao encontro dos meus princípios, acho que não nos devemos conformar, percebi que tinha de existir um equilíbrio entre o que eu quero e o que a escola oferece, sem exageros ou privando-a de algumas exeções.
Mas voltando ao que aprendi e quero partilhar convosco:
– Fruta: escolher sempre a da época, porque tem menos aditivos, é mais barata e saborosa, além de que o nosso organismo agradece. Dar preferência às frutas e legumes nacionais, demoram muito menos tempo a chegar até nós, mantendo assim o seu sabor por serem colhidas no ponto de amadurecimento.
– Peixe: evitar o peixe já preparado como os medalhões ou mimos de pescada, por exemplo. O ideal é peixe fresco, com espinha, evitar sempre que possível o de aquicultura. A nossa costa ofrece-nos peixes ótimos como o peixe espada, o carapau ou a cavala.
– Atum enlatado, sim também é peixe mas achei que devia separá-lo. Compro sempre atum enlatado ao natural, mas não sabia que a cor tem de ser uniforme. Quando o mesmo não acontece devemos reclamar. Confesso que deixei de comprar marcas baratas, há produtos como este que se nota bastante a diferença na qualidade.
– Sal, reduzir ao máximo e optar sempre por sal marinho, necessitamos de usar menos quantidade do que do sal dito normal. A diferença de preço é considerável mas a verdade é que compensa porque usamos menos quantidade. Mas se querem uma boa dica optem por ervas aromáticas e limão em substituição.
– Bolachas, ricas em gorduras más ou açucares, péssimas para miúdos e graúdos. Quando chegamos a este ponto ouvi comentários como “Era só o que me faltava chegar a casa e ainda ir fazer bolachas”. Pois bem, eu sei que é difícil, o tempo voa e chegamos a casa estafados, mas nem que seja ao fim-de-semana podemos fazer bolachas para quase toda a semana. Podemos também fazer panquecas e congelar e usar conforme vamos precisando, variando nos recheios.
– Adoçante natural para bolos: Banana, este fruto maravilha, tão versátil além de dar gelados maravilhosos também é ótimo para substituir o açúcar nos bolos, queques, panquecas. Tem de estar bem maduras e adicionar a mesma quantidade que a receita pede de açucar.
Para terminar deixo uma receita que aprendi de maionese saudável. Basta misturar iogurte grego, um fio de azeite, sal, oregãos e sumo de limão.
É sempre bom aprender ou relembrar algumas dicas.
IMG_2856

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s